Post

PREENCHIMENTO LABIAL #SQN
VOLUME E VIÇO COM ATIVOS NATURAIS

por

Lembro que quando comecei a usar batom, o vermelho me fazia parecer mais velha. Eu amava isso! Na fase do gloss transparente, o brilho não saia da minha boca. Eu sentia o efeito 3D sobre uma forma naturalmente volumosa e abusava disso. Não usava base, nem corretivo. Lembro de uma onda de delineador feito com lápis branco. Aquela moda passou. Pode ser que volte, e volta, mas os meus lábios, as minhas pálpebras, a minha pele, não mais.

Não vivo um luto por isso. Gosto de como o tempo toma conta do meu rosto e de tudo mais. Da minha vida. Mas, ainda por cima morando numa cidade com ar seco e poluído, sinto um ressecamento intenso e progressivo numa velocidade tipo a da luz principalmente nos lábios.

Foto: Luka Davitadze, no Unsplash

Atenta a isso, passei a ter uma rotina mais cuidadosa com produtos que pudessem manter a minha boca hidratada constantemente, evitando as rachaduras e a visível perda de volume. Não pensei nos procedimentos estéticos mais invasivos de preenchimento labial por mil motivos. Primeiro, porque queria tratar e não mascarar e segundo porque hoje existem soluções mais naturais para dar uma bombada no viço dos lábios.

INGREDIENTES PODEROSOS

É só testando que a gente vê algum resultado e pode depois sair contanto por aí. Foi isso o que fiz e hoje posso dizer que montei um pequeno arsenal com três produtos que me deram uma sensação muito maravilhosa de que recuperei a maciez e o volume dos meus lábios.

Depois, conversando com a dermatologista Patricia Silveira*, adepta e entusiasta dos ativos e procedimentos estéticos mais naturais, acabei entendendo porque esses produtos andam dando certo para mim. Todos têm em suas composições alguns dos seguintes e poderosos ingredientes: óleos e manteigas vegetais, ácido hialurônico e aloe vera. De acordo com ela, eles são especiais na função de hidratação celular. Por isso, melhoram o volume dos lábios dando um brilho e viço de saúde e juventude.

Folhas de babosa (aloe vera), foto: MV Freestock, no Unsplash

3 PRODUTOS

. Comecei com um bálsamo labial da Irene Ri, uma marca artesanal do interior de São Paulo indicada por uma amiga (deles acabei testando outros produtos dos quais gosto muito, veja o catálogo aqui!). Esse bálsamo mais parece uma simples manteiga de cacau até mesmo pela consistência e pelo cheiro, mas na verdade ele é feito de outras manteigas amazônicas, como a do coco de muru muru e a da semente do cupuaçu. Tudo combinado com óleo de gergelim, que tem vitaminas e ácidos oleico e linoleico que promovem ação regenerativa. A permanência na boca é excelente, inclusive, por conta do cupuaçu e do muru muru, ingredientes com poder hidratante de longa duração. Custa R$15,00.

. Recentemente, quando a Simple Organic ainda não tinha endereço físico em São Paulo (a marca de Santa Catarina inaugurou na semana passada a loja/lab na Consolação), aproveitei uma ida ao Rio para testar algumas curiosidades em um de seus espaços que fica no Shopping Rio Design. Uma delas era o e Sérum Lip Care, premiado na categoria de melhor balm labial pela Women’s Health. Ele é formulado com ácido hialurônico e óleos vegetais como macadâmia, maracujá e açaí enriquecidos com vitamina E. O óleo de açaí é antioxidante rico em ácidos graxos e polifenóis, o óleo de maracujá tem vitamina C. Todo um blend focado em hidratação e que ainda tem propriedade cicatrizante. A textura do sérum é gostosa, super oleosa e fininha, parece penetrar bem na pele e melhora o aspecto rachado da boca quase na hora. Custa R$ 89,00.

. Terceira boa surpresa e que complementa a rotina de cuidados com cor, o Lip Balm French Kiss, da Caudalie, é feito com 97% de ingredientes de origem natural e o único da lista que não é vegano. Existe em três cores, escolhi a Addiction, um vermelho framboesa meio vinho que uso também como blush e sombra. Tem cera de abelha, óleos vegetais e essenciais diversos (a descrição dos ingredientes não é muito específica), extrato de aloe vera e polifenóis da semente da uva (o resveratrol, ativo anti-ruga usado em todos os cosméticos da marca francesa). Por conta da textura cremosa e da cor, o balm acaba acentuando ainda mais as formas e o volume da boca enquanto trata. Custa R$ 69,00.

Uso os três produtos a qualquer hora do dia e da noite. Escolho o que está ao meu alcance assim que lembro de me hidratar, como se fosse beber um copo d’água.

preenchimento labial natural
Foto: divulgação Irene Ri

AS DICAS DA PATRICIA SILVEIRA

É claro que existem muitos outros produtos no mercado e até mesmo a opção do preenchimento labial, se o maior dos problemas for a perda de volume e as linhas acentuadas. Cada um avalia o que precisa e como quer o resultado desejado. De qualquer forma, segundo a dermatologista, belos lábios exigem uma certa disciplina e ela começa com dois litros de água por dia, o uso de um batom ou um gloss para o dia e hidratação à noite. Para ela, isso é o básico!

Outra maneira de evitar o desgaste e o envelhecimento precoce da região é, além de hidratar, usar produtos que promovam fotoproteção: “Maquiagem como batom já confere proteção e se for natural melhor ainda, pois a riqueza de óleos e manteigas vegetais fornecem lipídios e antioxidantes naturalmente. Outro produto que nutre e protege os lábios do sol é o batom ou o gloss com pigmentos de argila, rica em minerais que ajudam na cicatrização. Ótimo para lábios rachados e muito ressecados”. Patricia ainda indica o Gloss Bionutritivo da Bioart, com argila, ceras e óleos vegetais (ele custa R$ 62,00). “O nude é uma boa opção para o dia a dia de quem não gosta de usar cor nos lábios.”

A turma de ouro encabeçada por óleos e manteigas vegetais, ácido hialurônico e aloe vera é certeiro no meu caso. Patricia ainda indica um outro ativo natural poderoso para ficar de olho nas embalagens dos cosméticos que prometem restaurar o volume dos lábios: o dictyopteris oil, um extrato oleoso de uma alga marinha que eu ainda não conheço na prática. A Labot, marca brasileira de produtos naturais especializada em lábios, tem a manteiga Lipx Extra Volume Lipbutter, outro produto que a dermatologista indica. Ele custa R$ 45,00 e, na descrição da própria Labot, ele trabalha definição e preenchimento dos lábios. Confesso que fiquei curiosa para testar…

Acho que temos bons aliados, opções ideais para quem prefere um visual mais natural e práticas quase ritualísticas em doses diárias de dedicação. Para outras necessidades, a dermatologista indica ácido hialurônico injetável, tomando cuidado com as proporções e usando o bom senso. Tudo é uma questão puramente pessoal, mas não podemos negar que passar um balm desses nos lábios há de ser muito mais prazeroso. Eu adoro!

*Patricia Silveira atende no Rio de Janeiro e em São Paulo, dá palestras e consultorias e é super presente nas redes, dando dicas de cuidados e produtos de marcas brasileiras e internacionais (vale acompanhar o perfil da médica no Instagram: @dermagreen).

+ PAIXÃO POR COSMÉTICOS NATURAIS

+ BATONS VEGANOS E UM NOVO JEITO DE COMPRAR

Você pode também gostar de

4 Comentários

  • Reply
    Claudia Dias
    outubro 28, 2019 at 11:21 pm

    Parabéns pela pesquisa tão bem detalhada , como sempre uma pérola .

    • Reply
      Lila Guimarães
      outubro 29, 2019 at 7:56 am

      <3 muito obrigada <3

  • Reply
    Maria Áurea
    outubro 30, 2019 at 8:28 pm

    Dicas ótimas e não caras. Amei! Obrigada.

    • Reply
      Lila Guimarães
      outubro 31, 2019 at 10:45 am

      Que bom que curtiu! Obrigada!!!! <3

    Deixe uma resposta