Para comer e beber

Os benefícios da tapioca!

benefícios da tapioca

Mais que o pãozinho francês ou as costumeiras torradas para o café da manhã ou o lanche da tarde, a tapioca agora é um hit. Ela conquistou o paladar de todos e ganhou fama pela versatilidade e, principalmente, porque é livre de glúten, o “vilão” do momento.

Para entendermos os fundamentos nutricionais dessa paixão, seus benefícios e formas funcionais para um consumo mais saudável, recorri à Dra. Marcela Guimarães, Nutricionista Clínica e Esportiva, dona de um currículo robusto e que a faz ser minha conselheira para quando pintam as polêmicas sobre os modismos na alimentação. Além disso, ainda essa semana, vamos publicar duas receitas imperdíveis para uma tapioca mais caprichada e bem saudável, com o ajuda da Townpioca!

Tapioca e seus usos

A tapioca é uma iguaria tipicamente brasileira, de origem indígena e descoberta em Pernambuco, feita com a fécula extraída da mandioca (Manihot esculenta). É um alimento muito comum no Norte e no Nordeste do Brasil, porém, nos últimos anos, o alimento se difundiu pelo país todo, se tornando presente no cotidiano de muitos brasileiros.

A mandioca é uma das mais ricas fontes de carboidratos, vitamina B9 (ácido fólico), vitamina C, magnésio, manganês e cobre. Ela é uma fonte significativa de ferro e com baixo teor de sódio e gordura. Além disso, a tapioca é isenta de glúten. Portanto, do ponto de vista nutricional, o aumento do consumo da tapioca pode ser explicado por conta desses benefícios. Ela vem sendo usada para substituir o pão, além de servir como espessante para melhorar a consistência de alimentos em receitas nas quais originalmente se usaria a farinha de trigo. Consequentemente a esses fatos, o alimento é uma alternativa para quem apresenta a doença celíaca (alergia ao glúten).

A tapioca é versátil e pode ser usada de diversas formas, mas normalmente ela é preparada como uma panqueca, ou como beiju e, inclusive, já existe uma nova forma de consumo do alimento que tem ganhado muitos adeptos, a crepioca, que é a mistura da tapioca com ovo. São muitas as opções de recheio que se pode usar na tapioca, mas é muito importante ter cuidado para que o tipo de recheio escolhido não atrapalhe o seu benefício nutricional. Como opção de recheios mais saudáveis podemos usar queijos magros como cottage, ricota e queijo minas frescal, frutas, geleias de frutas naturais, mel, ovos, etc.

Composição da tapioca

A goma de tapioca pura é composta basicamente de carboidratos, nos quais dos 89g de carboidratos a cada 100g de tapioca, 0,9g é de fibra alimentar e 3,3g são açúcares. Outra característica é que a tapioca possui um índice glicêmico alto, e assim, se faz necessário muita atenção para o seu consumo, pois é um carboidrato rapidamente absorvido, podendo levar a um aumento do pico da glicemia. Para diminuir esse índice glicêmico, a dica é adicionar ingredientes ricos em fibras como a chia ou a linhaça. Em média, a unidade da tapioca sem recheio contém cerca de 70 calorias.

Dicas para temperar a saúde e o sabor da tapioca

Podemos acrescentar chia ou linhaça para diminuir o índice glicêmico da tapioca. Para experimentar diferentes sabores na panqueca, também é possível misturar temperos saudáveis, como orégano ou cúrcuma. O sal, muitas vezes não é necessário, já que o recheio salgado já traz a presença salgada necessária à receita.

Mesmo com todos esses benefícios, cabe ressaltar que cada indivíduo responde de maneiras distintas e com necessidades distintas, e por isso, é fundamental um acompanhamento com um profissional para avaliar cada caso, criando uma dieta específica e mais saudável.

Referências

Melo et al. Tapioca na mesa dos Brasileiros. XXIII Prêmio Expocom 2016.

Foster-Powell, K et al. International table of glycemic index and glycemic load values: 2002. The American Journal of Clinical Nutrition.

Lima DM et al. TACO. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, 2011.

Dra. Marcela Guimarães

Marcela é graduada em Nutrição pela UNIRIO, especialista em Nutrição Esportiva pela UFRJ, Mestre e Doutora em Neurociências pela UNIRIO e Pós-doutora pela Universidade de Oviedo, na Espanha. Agora, é colaboradora do nosso Cena Crua com suas pesquisas imperdíveis como a que já publicamos no post: Os benefícios do tofu e suas formas de uso.

Para quem quiser se aprofundar na abordagem em torno desse ou de outro alimento, encontrar uma dieta saudável e específica para o momento, entrem em contato com a nutricionista pelo e-mail: marcelarmg@gmail.com

+ Longevidade e motivos para viajar em grupo

+ Conheçam um espaço holístico para relaxar perto de São Paulo

Você pode também gostar de

error: