Receba nossa newsletter

Receba nossa newsletter

davives cosméticos eco

Com uma linha de produtos rica em variedade e potência natural, a marca Davines tem mais de 30 anos e está em ótima forma, como conta o Fashion 4 Better.

Com produtos de qualidade e uma ideologia de beleza sustentável, a marca Davines nasceu em 1983 com a família Bollati, que fundou o grupo Davines em Parma, na Itália. Este grupo começou como laboratório de pesquisa produzindo produtos de alta para tratamento do cabelo e cuidado da pele para empresas de cosméticos famosas no mundo inteiro. Desde o início a Davines se concentrou em produtos artesanais, que são cientificamente projetados para trabalhar e expressar o nosso espírito e estilo distintos.

Três décadas depois, a comunidade Davines está espalhada por mais de 80 países, milhares de salões e centenas de cabeleireiros apaixonados. Embora a marca continue a crescer, com sedes em Parma, Nova Iorque, Paris, Londres e México, ela continua fiel as suas raízes como laboratório de pesquisa familiar, guiado pelo mesmo desejo por produtos com recursos energéticos renováveis. Maravilhoso, não é mesmo?

“O futuro será verde ou não existirá. Esta verdade está no coração do maior desafio da humanidade: Aprender a viver em harmonia com a Terra em uma base verdadeiramente sustentável”, do ambientalista Sir Jonathon Porritt.

davines cosméticos

O shampoo MINU, um dos mais cobiçados da marca, é ideal para cabelos coloridos. Sua fórmula é caracterizada por uma espuma rica e encorpada. O perfume que caracteriza a família MINU tem frescor e notas de flor de laranjeira.

abacaxis na moda

Passeando pelo Fashion 4 Better encontramos essa matéria deliciosa! Abacaxis nunca nos entediam e agora servem também para a fabricação de roupas e acessórios como um couro vegetal.

Conheça o Piñatex, o couro sustentável do abacaxi.

A sustentabilidade na moda e a mão de obra ética são os nossos assuntos favoritos no Cena Crua e no Fashion for Better. É impossível falar sobre sustentabilidade sem mencionar uma das invenções mais incríveis dos últimos tempos, o Piñatex.

Aproximadamente 40.000 toneladas de resíduo de abacaxi são desperdiçadas anualmente e a designer Carmen Hijosa viajou até as Filipinas para desenvolver uma metodologia aonde as fibras do abacaxi são separadas e feltradas em um pano sem trançados que pode ser usado em roupas, sapatos e móveis.

bolsa de couro de abacaxi

Além de poupar o sofrimento animal, as fibras de celulose extraídas das folhas da fruta são consideradas subproduto da agricultura e, por isso, estragariam ou seriam queimadas. Para se produzir um metro quadrado de Piñatex, são necessárias 480 folhas de abacaxi. O tecido é mais barato e mais leve do que o couro verdadeiro!

O primeiro tecido produzido a partir do abacaxi foi lançado em dezembro de 2014, em Londres. Leve e flexível, o Piñatex pode ser costurado e receber estampas impressas em sua superfície. Uma alternativa incrível para quem se preocupa com o bem-estar animal, com o meio ambiente e procura estar alinhado com o consumo consciente!

Para quem quiser conhecer mais sobre o projeto, visitem o site Ananas Anam (new materials for a new world)