Para o corpo e a alma

EU VIM DA BAHIA CONTAR

O PERFEUME DE ALMESCAR 

A marca de cosméticos naturais GAHYIA  que movimenta talentos e sabedorias ancestrais de Caraíva, no sul da Bahia – acaba de lançar um perfume com uma das mais mágicas matérias-primas da Mata Atlântica, a resina de almescar.

Também conhecida como breu branco, a resina tem propriedades antiinflamatórias, antioxidantes, hidratantes e relaxantes. Seu aroma é cítrico e amadeirado, uma mistura suave e afrodisíaca com ares frescos de verde e de natureza.

almescar lila

Além da novidade, a GAHYIA tem uma linha de produtos com almescar que já são sucesso entre os apaixonados por Caraíva como o óleo precioso de almescar que pode ser usado para massagens ou para acalmar e perfumar quando passado nas têmporas, no peito e nos punhos. Ele está disponível em três tamanhos (120ml, 60ml, e 30ml) e dura bastante. O frasco menor não sai da minha bolsa e, durante um dia longo na rua, uso algumas vezes para sentir alívio de estresse e frescor.

Ainda com a resina “milagrosa”, existem o fluido hidratante; perfume de ambiente; creme de rosto rejuvenescedorshampoo e condicionador (que eu também uso e adoro!). Todos disponíveis para compras online (cliquem em cima do nome dos produtos para saber mais!)

A GAHYIA

Coco, aroeira, pitanga e outras plantas nativas da região também estão nas composições da marca que surgiu em 2009, depois de dois anos de testes em um laboratório montado na área rural de Caraíva. Hoje, a GAHYIA é autossustentável e gera empregos resgatando o uso tradicional dessas plantas medicinais na comunidade. Também fomenta projetos sociais com parte das vendas dos produtos destinada à ONG Caraivaviva.

OFICINAS DE FITOTERAPIA E AROMATERAPIA

Um dos projetos da ONG, aliás, é a oficina de fitoterapia e aromaterapia que promove o resgate da cultura tradicional com as ervas locais. A ideia é incentivar o uso de remédios naturais, mais acessíveis à população do vilarejo, evitando a automedicação com produtos da indústria farmacêutica que muitas vezes são raros e caros naquela região. 

Em cada encontro, os participantes elaboram um remédio com a ajuda de um farmacêutico que confirma as propriedades medicinais de cada erva escolhida e que guia o preparo do medicamento. As oficinas acontecem duas vezes por mês no laboratório que é aberto para visitações o ano todo. Vale a visita, a experiência e, claro, conhecer os produtos feitos de forma artesanal com propósitos nobres e matérias primorosas! 

Para conhecer mais sobre os projetos da ONG entrem no site: www.caraivaviva.org

 

Você pode também gostar de