Para pensar junto/ Viagens

Dicas para uma boa viagem

viagens

Se você é daqueles que se irrita fácil desde o embarque ao resgate de sua mala na esteira dos aeroportos, respire! Todos temos questões com esse primeiro momento da viagem! O processo pode ser estressante e cansativo, mas existem formas de pensar sobre o nosso comportamento como passageiros e de compartilhar soluções para evitar confusão.

Voo confirmado e o embarque é imediato. Se alguém confundiu a fila em que deveria estar de acordo com o número da poltrona, ainda não temos um problema. Tudo começa dentro da aeronave! Os episódios variam entre cômicos e trágicos, todos têm uma história para contar. Sempre nos esbarramos além do normal e outros incidentes acontecem invariavelmente. Assim, e aos poucos, vamos enlouquecendo e nos desrespeitando por simples falta de atenção. Então, depois de uma dessas viagens conturbadas, respirei fundo e listei alguns comportamentos que evitam toda a confusão nos voos, facilitando a viagem de todos.  Espero eu mesma não me esquecer de nenhum deles!

1 – Quando não respeitamos uma certa distância de quem está à frente ou atrás na fila, isto já é uma questão. Certamente a maioria dos passageiros precisa de uma folguinha de tempo e de espaço para acomodar suas bagagens de mão e então sentar-se com dignidade. Sinta que não o está apressando. Ele, tanto quanto você, quer chegar o quanto antes no destino escolhido.

2 – Tente não machucar a bagagem de quem já a posicionou no compartimento acima do seu assento. Se não tiver espaço ali para a sua bolsa, procure outro à frente ou ao lado. Tome o seu tempo com cuidado para não esbarrar nas pessoas.

3 – Realmente desligue o celular ou coloque-o em modo avião. Quem tem medo de voar fica de olho no aparelho do vizinho e sabe se ele está ou não cumprindo esta regra básica de segurança.

4 – Se pintou aquela vontade de socializar durante a viagem, perceba se existe abertura para uma conversa. Muitas pessoas aproveitam o tempo do voo para ler, meditar ou descansar.

5 – Se o serviço de bordo não acorda o passageiro para avisar que está servindo o lanche ou a refeição, nenhum outro passageiro tem o direito nem o dever de fazê-lo.

6 – Para levantar ou sentar em nosso assento não é necessário segurar ou abraçar a poltrona da frente. Este movimento é brusco, pode perturbar o passageiro, acordá-lo ou simplesmente irritá-lo.

7 – Quando estamos bem acompanhados, gostamos de conversar. Viajar com amigos é uma delícia, mas é importante manter o volume da conversa discreto.

8 – Jamais comentar sobre acidentes com aeronaves ou situações-limite em viagens aéreas. Estamos todos muito perto e escutamos qualquer conversa por mais discreta que pareça ser.

9 – Algumas crianças ficam bastante agitadas durante o voo, seja pela excitação de estar no céu ou pela dificuldade de ficar parado. O ideal é que seus pais ou responsáveis já tenham conversado sobre o momento de estar dentro de um avião. Se a criança não for um bebê, ela deve ser orientada para que fale mais baixo e até mesmo aproveite para descansar. Colo, carinho, conversa ao pé do ouvido e leitura são bem-vindos. Os responsáveis devem perceber quando a criança passa da espontaneidade e começa a atrapalhar quem está em volta, atentos, tentando ter controle da situação.

10 – A última prova de educação e civilidade se apresenta à beira da esteira de bagagens. Ali, costumamos nos aglomerar e esquecemos que, com uma plataforma de trem ou de metrô, existe uma linha amarela delimitando o espaço entre o passageiro e a esteira rolante. Ela não está ali à toa, mas sim para evitar acidentes e facilitar o encontro das bagagens por seus donos. Se todos ficam colados ali, fica impossível enxergar as malas que estão chegando e mais impossível ainda se aproximar para finalmente resgatar a bagagem correta e sair do aeroporto feliz, com aquela sensação de missão cumprida!

Estas dez maneiras de viajar foram pensadas a partir de vivências e do desejo de que tudo em uma viagem seja prazeroso e fluido! Se quiserem acrescentar alguma observação, comentem por aqui! Vale citar aquela costumeira atmosfera de ansiedade quando o avião mal pousa e já estão todos de pé, enrolando um pouco a saída da aeronave. Não é porque você se levantou primeiro que não pode dar passagem a quem estava nos assentos anteriores, certo? Então, combinado!

Para quem ama viajar, aproveito para indicar:

www.viveraviagem.com.br
(um site inspirador sobre as viagens do fotógrafo Alexandre Disaro)

www.theupperair.com
(uma agência de conteúdo que descobre projetos e culturas interessantes pelo mundo)

donatoviagens.com.br
(uma agência de viagens especializada em roteiros personalizados e destinos mágicos)

Dicas para uma boa viagem

Foto: Victor Affaro 

+ Por horas mais sinceras

+ O sagrado é aqui!

Você pode também gostar de

error: